Notícias

A História da Costela

A História da Costela

A Costela é uma das variedades de carne mais consumidas na Europa, nas Américas e na Austrália, e muito importantes na alimentação de populações da África, Ásia Oriental e Sudeste Asiático.

Seja Costela recheada com alho, Costela recheada com tomilho, Costela tradicional, Costela recheada com mozzarela de búfala, tomate seco, manjericão, azeitonas, cenoura e parmesão. A Costela se tornou tradição no prato dos brasileiros. Mas, você já se perguntou sobre suas origens?

A história no Brasil relata que as Costelas eram preparadas em fogo de chão e surgiu nas fazendas, onde os patrões matavam o gado para consumo próprio e pegavam para si as consideradas carnes nobres (picanha, maminha, alcatra, file mignon…) e entregavam aos peões as costelas, carnes consideradas não nobres e difíceis de assar ou usar no dia-a-dia.

Os peões, enquanto cuidavam do gado do patrão, faziam um buraco no chão, cravavam a costela em lanças de pau e deixavam assando ela por horas e horas apenas temperada com sal grosso (muitas vezes utilizado para alimentar o gado), enquanto trabalhavam, tomavam um mate e proseavam (conversavam). E assim surgiu um dos mais bonitos e gostosos costumes.

Postado por: Confraria da Costela

Confraria da Costela
O restaurante com o melhor churrasco do Brasil, com uma qualidade inexplicável, diferente de tudo que você já viu! Temos rodizio com cinco tipos de costelas, leitão pururuca, saladas e etc!

Gostou deste post? Deixe seu comentário